Pages

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Carta Aberta dos Pós-Graduandos da Universidade Federal de Santa Catarina



 Reivindicamos:

Representações:
  •  Reestruturação do Conselho Universitário, com a garantia de no minímo 02 (duas) cadeiras permanentes para os representantes da Pós-Graduação;
  •  Representações dos Pós-graduandos nos Conselhos de Unidade.

Políticas de Permanência:
  • Universalização das Bolsas e reajuste do seu valor em no mínimo 40%, além das correções inflacionárias;
  • Mecanismos que assegurem o respeito do caráter da bolsa. Poderia ir para o texto;
  • Fim da utilização de Bolsistas REUNI e do estágio docência como mecanismo de substituição de professores;
  • Ampliação substancial e com qualidade das vagas da Casa do Estudante, para que contemplem as demandas da graduação e pós-graduação;
  • Licença maternidade com prorrogação da bolsa para todas as mães que requisitarem, sem exceção, no período da CLT;
  • Ampliação, com qualidade, das vagas no NDI e destinação imediata de 10% das mesmas para mães e pais pós-graduandas/os;
  • Ampliação e atualização do acervo da Biblioteca Universitária, o que inclui a abertura de bases de dados e plataformas digitais;
  •  Fim da cobrança de multas e discussão de método alternativo a elas;  
  • Dilatação imediata do horário de funcionamento da Biblioteca Universitária, das 6 às 00h, nos sete dias da semana; e planejamento para a abertura da Biblioteca Universitária em tempo integral, em médio prazo, com a devida contratação de técnicos administrativos concursados;
  • RU com opção vegetariana e orgânica, bem como manutenção do funcionamento nos períodos de recesso para atender os pós-graduandos e quem mais necessitar; Café da Manhã no Refeitório Universitário;
  • Melhoria das condições de segurança no Campus, como mais iluminação, E reabertura de concurso para contratação de agentes de segurança;
  • Melhorias infra-estruturais, como pavimentação e adaptação de todos os espaços da universidade, a fim de garantir livre acesso aos frequentadores do campus.

Financiamento:
  • Aumento de verbas Públicas destinadas à Pós-Graduação e não vinculação destas a critérios produtivistas;
  • Aplicação imediata de 10% do PIB para a educação pública;
  •   Destinação de verbas e seleção dos candidatos através da pró-reitoria de pós-graduação, para o custeio da participação dos Pós-Graduandos em eventos.
Projeto de Universidade:
  • Hospital Universitário 100% Público, bem como garantia de que não haja privatização a partir da EBSERH;
  • Ampliação do Investimento Publico no Hospital Universitário;
  • Pesquisa e extensão vinculadas às necessidades reais da população brasileira;
  • Debate promovido pelas instituições e movimentos sociais sobre o papel das Empresas Privadas dentro da Universidade Pública;
  • Gestão transparente das fundações e realização de auditorias nas mesmas;
  • Negociação com as empresas de transporte coletivo da cidade para que ampliem os horários de ônibus, para sua adaptação aos novos horários da biblioteca.

Nenhum comentário: